SAÚDE E BEM ESTAR

Varíola dos macacos: tudo que você precisa saber

Saiba mais sobre a varíola dos macacos, seus sintomas, transmissão e medidas de prevenção

Ao contrário do que muitos pensam, a recente aparição da varíola dos macacos, não se trata de uma doença nova.
Ao contrário do que muitos pensam, a recente aparição da varíola dos macacos, não se trata de uma doença nova.

Considerada endêmica em alguns países da África, a varíola dos macacos é uma doença causada por um vírus do grupo orthopoxvírus. Recentemente, o mundo vive sob alerta, dadas as informações do aumento dos casos. Como pouco se sabe a respeito desta doença, reunimos aqui as principais informações, a fim de que você possa conhecer esta doença, assim como se prevenir ou até mesmo saber o que fazer em algum caso de suspeita. Vem com a gente saber tudo sobre a varíola dos macacos.

1. O que é a Varíola dos Macacos?

A varíola dos macacos é uma doença infecciosa passada de macacos e outros animais para seres humanos incidentalmente. Este vírus provoca uma infecção semelhante à varíola humana, que é a única doença erradicada no mundo. Mas é muito importante que saiba e compreenda que a transmissão ocorre principalmente a partir de roedores comuns em determinadas regiões da África, e não dos macacos em si.

2. Onde surgiu a doença ?

Uma vez que entendemos que a doença parte de roedores em algumas regiões da Africa, vamos agora entender de onde surgiu a doença. Apesar da recente aparição da varíola dos macacos, não se trata de uma doença nova. Isso porque o seu primeiro caso, no mundo, data de 1970, na República do Congo. A partir de então, ela passou a ser cada vez mais presente em pessoas de outros países africanos.

3. Quais os sintomas dela ?

Os sintomas mais comuns são dores musculares, febres, dores de cabeça, dor nas costas e o aparecimento de erupções na pele (caroços vermelhos), que começam pelo rosto, mas logo se espalham. Estes sintomas costumam aparecer entre o 6º e o 13º dias, mas há casos relatados em que os pacientes só tiveram os sintomas após três semanas da exposição. Os casos graves são raros, pelo que os sintomas desta doença costumam desaparecer sozinhos.

4. Como ocorre a transmissão?

Algo muito importante para que a doença seja contida, é saber reconhecer os sintomas. Então, assim como outras doenças, a exemplo da própria Covid-19, a varíola dos macacos é resultado do contato humano com animais. A transmissão ocorre por meio de contatos com a pele e fluidos corporais. Uma vez que a doença gera feridas pelo corpo que podem doer ou coçar e assim liberam fluidos.

5. Qual o tratamento?

Vamos falar nos possíveis tratamentos para a doença. Como se trata de uma doença cujos sintomas desaparecem naturalmente após semanas, não há um tratamento específico. Entretanto, é possível que, com o diagnóstico clínico, o médico possa indicar o uso de medicamentos, a fim de que os sintomas passem de forma mais rápida. Portanto, persistindo os sintomas, vá ao hospital mais próximo.

6. Como prevenir? Precisa usar máscara?

Melhor do que conhecer mais sobre as maneiras de transmissão e de onde vem um a doença, é saber quais são as maneiras de prevenir a varíola dos macacos. A medida mais eficaz para prevenção contra a varíola dos macacos é a higienização pessoal e a distância de pessoas infectadas. Por isso mesmo, a Anvisa recomenda a utilização das máscaras, com as quais o mundo convive desde o início da pandemia da covid-19. Portanto, principalmente se você andar muito por locais como aeroportos e rodoviárias, não abra mão da máscara e mantenha sempre a higienização pessoal.

Ficou com alguma dúvida ou gostaria de acrescentar algo que possa ajudar ainda mais pessoas? Então deixe o seu comentário para que juntos possamos levar ainda mais conhecimento para todos e garantir que nossa saúde esteja sempre em primeiro lugar.

O que achou desta matéria sobre as principais informações da varíola dos macacos? Deixe seu comentário!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo